Canto do escritor:
Sente-se e sinta-se à vontade!

segunda-feira, 15 de março de 2010

Futebol ( 2º parte)





Fazer tudo certo, arrumar as condições corretas e ainda assim perde o jogo, isto deixa tudo mais dificil, mas arduo. Ser o Perdedor de tudo deixa um gosto amargo na boca. É com esse gosto amargo que Caio está. O gramado torna o sentimento  maior .
As sombras absortas dentro do entendimento traem a confiança em si mesmo, se sente a pior pessoa do mundo; o gosto do veneno penetra-lhe, está consumido, caído, morto.
- Ei. Tu podes ficar aí triste e abatido como um fracassado, ou podes ir a luta. -As palavras soam longe. - Eu estou contigo, cara. Isso não é coisa que se fale as pessoas.
- Fred, do que tu estás falando? Eu não vou fazer nada. Afinal de contas por que tu queres me ajudar? Tu me odeias. - Caio está serio, seu semblante feliz cede lugar a uma angustia. Há varias dúvidas. Seu bom humor dá lugar há raiva. Ela o  corroe.
- Eu não te odeio! - Olhar insisivo de Caio para Fred, faz este ri. - Tá certo, eu te odeio, mais odeio muito mais gente preconceituosa. Levanta daí, e vamos a luta, tu vais deixar ele te chamar de aberração e sair impune.
- Pode ser. Eu não estou me sentindo bem agora. - Não sei o que há comigo.
- Eu sei. Isso acontece quando se sofre algum tipo de discriminação. É a primeira vez que isso acontece contigo, é a primeira vez que saiste do teu mundinho lindo e gracioso. Agora tu sabes como eu me sentia na escolal, ser tratado mal por ser não ter grana, ou por transar com homens não é igual, eu sei, mas causa uma ferida quase impossivel de ser tratada. Qual é Caio? Sempre se soube dos meninos que assumiram e foram rejeitados, mas tu tem grana e status, a gente pode mudar isso. Aquele homofóbico tem que se ferrar.
- Fred, a vaga é tua, faça bom proveito dela.
- Não é a mesma coisa do que tira-la de ti. E a questão vai além disso, o preconceito existe dentro do esporte, afinal de contas quantos atletas tu conheces que são gays assumidamentes? Isso tem que mudar, porque eu acho uma hipocrisia.
- É realmente temos que fazer alguma coisa. Mas por que tu estás me ajudando, agora?
- Não gosto de ver ninguém sendo hulmilhado, que nao seja por mim.  E pelo tempo que fomos amigo.
De espirito renovado ambos saem e o Sol brilha mais intenso.



Aloso dos Andes.

4 comentários:

  1. Oi Alonso
    Excelente texto, realmente dar pra ficar irado, ver alguém sendo humilhado principalmente por hipócritas travestidos de machos.
    Bjux

    ResponderExcluir
  2. Realmente, não tem graça nenhuma vencer algo se quem você queria derrubar abandona a luta...

    Vale até colocar a pessoa de volta no jogo XD.

    ResponderExcluir

Palpitaram...